segunda-feira, dezembro 6, 2021
spot_img

Kim Kardashian relembra body shaming que sofreu na gravidez: “Foi nojento”

Nesta quarta-feira (11), em participação no podcast das atrizes Kristen Bell e Monica Padman, chamado We Are Supported By, Kim Kardashian relembrou as críticas feitas ao seu corpo na época em que ficou grávida da sua primeira filha, North West, em 2012.

A empresária contou que não se sentia bem quando estava grávida. “Eu odiava como eu me sentia. Eu odiava a minha aparência. Eu estava tão acostumada em ver a minha mãe grávida, a minha irmã [Kourtney] grávida e todas tão bonitas, tendo partos fáceis, tudo ótimo, e os corpos ‘voltando’ logo. Isso não aconteceu comigo.”

Para piorar a situação, veio a cobrança da mídia, que começou a insultá-la após seu ganho de peso. Ela disse que chegou a ter seu corpo comparado ao de Kate Middleton, que estava grávida do príncipe George, e até com a baleia Shamu quando usou um vestido preto e branco. Que absurdo, né?!

“Foi muito, muito louco”, afirmou. “Foi tão nojento que eu não consigo acreditar. Eu não acho isso seria aceito hoje, mas realmente acabou com a minha autoestima. Eu não consigo acreditar que isso foi aceito e que não houve problemas.”

Kim ainda falou que lidava com a pré-eclâmpsia, uma complicação de saúde que causa o aumento da pressão arterial durante a gravidez e, em casos graves ou que não tiveram tratamento, pode colocar em risco a vida da mãe e do bebê. “Eu sentava em casa e chorava o tempo inteiro.”

Ela continuou sofrendo body shaming depois de ter dado à luz e ficava com vergonha de ir à academia. “Eu não queria que as pessoas me olhassem enquanto eu tentava perder peso. […] Eu engordei 30 quilos. […] Eu ficava com a minha filha em um carrinho de bebê enquanto fazia exercícios na garagem e tentava tudo o que podia para perder peso.”

Apesar de, hoje, estar bem com seu corpo, Kim ficou com alguns traumas devido aos comentários maldosos que recebia nesse período. A consequência disso foi uma mudança no seu comportamento nas redes sociais. “Tem um lado meu que pensa ‘Seja quem você quiser e poste o que você quiser’, mas tem um outro lado que fica ‘Sou mãe, tenho 40 anos, preciso relaxar.’ Eu luto com essas ideias na minha mente.”

A empresária destacou o papel que seu ex-marido, Kanye West, teve na recuperação da sua autoestima. “Eu me importava muito com ser gostada… Talvez por estar em um relacionamento com o Kanye durante uma década, alguém que não se importa em ser gostado ou com qualquer percepção sobre ele, desde que ele estivesse sendo sincero consigo mesmo, isso me ensinou muito da melhor forma sobre ser eu mesma e viver o momento. […] Você só tem uma vida e deve vivê-la para você. Isso me ensinou a confiar mais em mim mesma e não me preocupar tanto com o que os outros acham“, finalizou.

Latest Posts

spot_img

Recentes